Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

domingo, 13 de novembro de 2016

A INFORMAÇÃO E AS FONTES - 12-11-2016



A coluna de hoje do jornalista Hélio Schwartsman na Folha tem foco num gargalo dos dias atuais. De um lado, a descrença do povo na grande mídia porque esta não se mostra a serviço de informar as pessoas e acaba muitas vezes tomando partido de um lado aumentando a polarização que já vem ocorrendo em nossa sociedade. Todos perdem no conjunto da obra. E a mídia tem seus "carpínteiros" que são os jornalistas que teriam em princípio alguns fundamentos como serem fieis aos fatos e também sempre exercitarem o contraditório, mostrando os dois lados em cada embate. O julgamento deve caber ao leitor. Na teoria, ótimo. Na prática, estamos longe disso. E nesse contexto, os leitores que já não são tantos (e mesmo os que assistem notícias pela TV - maioria) acabam indo beber em outras fontes e estas podem representar um lado dos polos. A turma de cá, busca os blogs e pessoas que argumentam no idioma da galera de cá. A turma de lá, busca as fontes no seu quintal. E nessa, adeus contraditório. Todos perdemos com isso, fora o acirramento dos ânimos e o afloramento de muitos tipos de intolerância que só prejudicam a vida em sociedade. Estamos construindo mais muros, muito mais, do que pontes. Precisamos de mais diálogo e de mais tolerância.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

SANEAMENTO NA TV E NOS PLANOS DO GOVERNO (Novembro-2016)



Eng. Agrônomo Orlando Lisboa de Almeida 

Dizer que estamos carentes na área de Saneamento Básico é uma redundância. Acompanho como cidadão alguns detalhes da área, mesmo sendo leigo no assunto. Já visitei uma porção de ETE Estações de tratamento de esgotos em vários municípios, incluindo Curitiba-PR, esta em visita técnica pelo IEP Instituto de Engenharia do Paraná, do qual sou sócio.
Na Folha de SP saiu notícia bem recente de que o governo está preparando Concessões nessa área o que em princípio não é ruim. Espera-se que as Concessões sejam feitas de forma clara e sem apressar as coisas, para que a sociedade possa entender os contratos e prazos, que em geral são de mais de 20 anos cada. Um exemplo negativo foram as concessões de rodovias aqui no Paraná nos anos de mil novecentos e Lerner (e FHC) onde as estradas são quase todas pistas simples e o pedágio é de pista dupla por assim dizer, caríssimo. E depois dos contratos feitos, dependendo de como são, não adianta mais chorar o leite derramado. Pelo que notei, ainda não está havendo debate no assunto e no jornal saiu que uns 16 estados já estão aderindo à prática de Conceder à iniciativa privada o Saneamento. São negócios de bilhões de reais cada e prazo longo, bem longo. E geralmente as empresas depois vem fazer as obras com dinheiro do próprio banco estatal... Fiquemos alertas.
E onde a TV entra nessa? Quem sabe uma "coincidência", mas nesta sexta feira, amanhã (12-11-16) o Globo Reporter vai mostrar a "vergonha" que está o País por falta de saneamento e certamente (não quero dar uma de mãe Dinah) vai sinalizar justamente na Salvação da Pátria - Conceder tudo. Caso a coisa rode para esse lado, que seja tudo feito de forma Cidadã e que tudo atenda aos interesses do nosso Povo em Primeiro Lugar. Assim seja! Amém!

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

MAIS UMA DO NARRADOR DE CARTUM (21-10-16)


     Contextualizando:    O famigerado ex deputado Eduardo Cunha que presidiu a Câmara e foi cassado por corrupção está preso na sede da Polícia Federal desde quarta feira desta semana de outubro de 2016.   Disto vem a croniquinha abaixo:

Na Folha de SP de hoje, 21-10-16. O cartunista Benett bota um desenho do cunha numa cela pintando desenhos e frases na parede. Em destaque, escreve em vermelho: FORA CUNHA.

domingo, 25 de setembro de 2016

VI ONTEM O MALUCO BELEZA TOCANDO NA PRACINHA DE MORRETES - PR



E ele tem bom humor. Vejamos: Fomos ontem a Morretes-PR, cidade histórica com três séculos de existência. Na pracinha cercada de casas coloniais, feirinha de produtos típicos locais, muitos à base de banana (até cachaça de banana), turistas circulando pelo local que tem até coreto onde no passado as bandas tocavam.
Um músico tocando ao violão, músicas para os turistas. Na cabeça, um chapéu com aba e pontudo como um chapéu de bruxa. 
Umas moças param, ouvem um pouco e depois pedem uma música internacional. 
O Maluco diz sorrindo para elas: Moça, eu não sei falar nem o português direito, você quer que eu cante em inglês?
Elas então pediram "Medo da Chuva" do Raul Seixas e ele soltou a voz, ao vivo e a cores inclusive imitando a voz do Maluco original.
Até eu fui lá e deixei uns trocados para o Maluco sincero e de bom humor, aliás dois grandes predicados. 24-09-16

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

DICA DE TURISMO RURAL EM PONTA GROSSA - PR. AMORAS SILVESTRES


AMIGOS - UMA DICA DE PASSEIO PORRETA 
Como conselheiro do CREA, visitei com o grupo (21 conselheiros) uma propriedade rural exemplar em Ponta Grossa. É de um empresário belga que viveu um bom tempo em Portugal (Porto) e depois migrou para o Brasil e escolheu Ponta Grossa (clima ameno). Comprou lá uma fazenda grande e um dos seus produtos é Amora, da qual eles tem uma agroind.na fazenda que produz N produtos de amora. Plantam 50 ha. de amora, o que é uma ENORMIDADE. A dona da fazenda é uma Engenheira Agrônoma extremamente simpática e eles tem um restaurante e servem refeições a quem lá visita. Não sei se é agendado mas é só entrar no site deles. Procurar inclusive no Face por Porto Brazos. Porto por causa da cidade de portugal onde moraram e brazo que é o nome da variedade da amora que plantam lá. É aquela amora silvestre, com ramas e espinhos. Lá é nota dez e a fazenda é pegada ao asfalto e bem perto de Ponta Grossa e de quebra, é pertinho de uma gruta que ainda não visitei e se chama Buraco do Padre. Parece que as amoras começam a madurar em outubro, mas produtos prontos eles tem o ano todo em enorme quantidade e em embalagens de encantar os olhos e o paladar. Procure no face. Abraço do Cp Orlando

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

ESCRITOR GEORGES SIMENON - VASTA OBRA


Por Eng.Agr. Orlando Lisboa Almeida


Consta que esse belga é um dos escritores que mais livros publicou, sendo 192 romances e 158 novelas com sua assinatura e quase outro tanto de obras com 27 pseudônimos diferentes. Uma vez vi uma "piadinha engajada" do mundo dos leitores, segundo a qual um dia um escritor amigo dele ligou por telefone para trocar umas idéias e a secretária dele disse que no momento ele não estava podendo atender porque estava escrevendo um novo romance. O amigo disse à secretária: EU ESPERO NA LINHA.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

CRONIQUINHA SOBRE RUI BARBOSA



Consta que além de um advogado e intelectual de alto nível, Rui era uma pessoa de baixa estatura e não era nem um pouco Brad Pitt. Era feio.
Diz a crônica que um dia ele teria ido à ETC Empresa de Correios e Telégrafos para enviar uma mensagem por telegrama que era passado em textos super curtos e transmitidos pelo sistema de Código Morse, aquele de pequenos bips mais curtos e mais longos que só os telegrafistas entendiam.
Um dos telegrafistas do correio ao ver o Rui no balcão do Correio, teria batido em código pro amigo do lado, também telegrafista: Eita cabra feio, sô!. 
Rui pegou o lapis e com o mesmo ao contrário, foi batendo cadenciado no balcão: - Sou baixinho, feio e.... TELEGRAFISTA. 
Pois é...